FANDOM


PortoClaro bandeira distrito CM.jpg

Bandeira de Comidinne

PortoClaro brasão loc Comidinne.jpg

Brasão de Comidinne

PortoClaro mapa loc Comidinne.png

Localização de Comidinne no território portoclarense

Comidinne ou Comidinha é uma cidade no leste de Porto Claro, ao norte de São Herculano, capital do distrito de mesmo nome. Em 1998 foi incorporada ao Distrito Nacional, mas novamente desmembrada como distrito autônomo em 2000, no Distrito de Castelo Grande. Em 2002, o distrito foi renomeado de volta como Distrito de Comidinne.

A localidade de Comidinha é uma cidade de pequeno porte, extensão da porção norte de São Herculano. Localiza-se sobre uma restinga que divide a enseada de São Herculano da enseada de Castelo Grande. É o subúrbio da capital, mas também possui várias mansões e casas de campo dos milionários, assim como praias particulares. A população de menor renda vive lá. O gentílico para quem nasce no local é "comidinês", no masculino, e "comidinesa", no feminino. A população máxima permitida é de 20 pessoas. Em 2006, possuía 6 habitantes.

Comidinne foi inventada em outubro de 1992, sendo a segunda localidade mais antiga do país, como uma cidade à parte e ao mesmo tempo dependente de São Herculano, separada pela enseada, numa paródia à cidade fluminense de Niterói que tem a mesma relação com o Rio de Janeiro. O nome, na ocasião, era mesmo Comidinha. Pedro Aguiar teria dado este nome à cidade com a intenção direta de ridicularizá-la, assim como aos próprios niteroienses. A pronúncia afrancesada só foi inventada em 1996.

Segundo a Saga, Comidinne foi fundada em 1908, com o nome de Ville Comidinne, por funcionários públicos francófonos (moradores de Nouvelle Rouen) que, após a independência, se mudaram para o subúrbio da capital para ficarem mais perto de seus locais de trabalho.

Inicialmente, Comidinne era apenas o subúrbio da cidade de São Herculano. Foi o local onde Porto Claro foi fundada em 1612. Mais tarde, os subúrbios foram crescendo e se expandindo. Comidinne teve autonomia administrativa de 1992 a 1998, quando a Revolução incorporou o distrito à jurisdição da Prefeitura de São Herculano. No entanto, com a implantação do campus da UNPC em Castelo Grande, e as Fazendas Coletivas em Carrapinha, a região acabou se desenvolvendo e voltou a reivindicar autonomia. Em 2002, o Governo Real decidiu emancipar as localidades de Castelo Grande, Comidinne, Carrapinha, Aguiária e Laurisse como um distrito sob o mesmo nome do antigo Distrito de Comidinne. A urbanização continua majoritariamente suburbana e rural.

Destaques e atraçõesEditar

Fora o Forte São Herculano, marco inicial da ocupação de Porto Claro, não há muito o que se ver em Comidinne. À noite, os moradores se reúnem em torno do Largo da Fundação para socializar e jogar damas.

Para quem vem de fora, outras opções são o Comidinne Marina Clube, a única marina de Porto Claro, com piscinas, salão de festas, yatch-bar e ancoradouros; e o The Limerick Pub, um pub temático irlandês que serve cervejas importadas e toca músicas de bandas irlandesas ou típicas célticas. O menu está em português, francês e gaélico.

LogradourosEditar

Esta é a lista de logradouros - ruas, avenidas, estradas, praças, largos, pontes, viadutos, travessas, alamedas, becos e vilas de Comidinne:

ImóveisEditar

Esta é a lista de prédios, terrenos, fazendas, sítios, granjas e outros imóveis não-residenciais de Comidinne:

MoradoresEditar

Esta é a lista de cidadãos portoclarenses com residência fixa em Comidinne:

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.

Também no FANDOM

Wiki aleatória