FANDOM


PortoClaro bandeira 1999
Série
História de Porto Claro
Saga Portoclarense
Pré-História (...-1516)
Descobrimento (1516-1612)
Colonização (1612-1809)
Ocupação Portuguesa (1809-1817)
Século XIX (1817-1900)
Independência (1900)
Casa de Mesquita
Consolidação (1900-1946)
Modernização (1946-1985)
Estruturação (1985-1992)
História Factual
Criação de Porto Claro (1992)
Primeiro Governo Aguiar
Golpe de Porto Claro (1992)
Reação fabista (1992-1993)
Papelização (1993-1994)
Social-Nacionalismo (1994-1996)
Descoberta do Mundo Micronacional e Degelo (1996-1997)
Governo de União Nacional (1997)
Governo Carnevale (1997-1998)
Intentona Piranhesa (1997)
Revolução Restauradora (1998)
Governo McCaster (1998-1999)
Conspiração de Guisanburgo (1999)
Revolta Pirolista (1999)
Campanha pela Liberdade Religiosa (2000)
Plebiscito da Economia (2001)
Isolamento diplomático (2001-2002)
Desmicronacionalização (2002)
Por tópico
História militar
História diplomática
História cultural
Categoria: História de Porto Claro

A Descoberta do Mundo Micronacional é um episódio da História de Porto Claro ocorrido em 5 de setembro de 1996, quando Pedro Aguiar encontrou websites de outros países simulados semelhantes a Porto Claro. O fato ocorreu concomitantemente ao Degelo, ou abertura política lenta promovida pelo governo de Alfonso Damião, entre meados de 1996 e dezembro do mesmo ano.

Volta do Pluripartidarismo

Em meados de 1996 a redemocratização toma curso, com a criação dos vários partidos. Surgem, chefiado por Lamarcq Jackson, o Partido Social-Democrata Nacional (PSDN) e, liderado por Barbonelle, o Partido Trabalhista Nacional (PTN). Juntos, esses dois partidos conduziriam a vitória da oposição em novembro/dezembro. Além desses, criaram-se o Partido Socialista Popular, da jovem socióloga Luisa Cayenne, amiga da princesa Joana, o ultra-direitista União Governamental Centralizadora, do neofascista Giorgio Puzo, e a ressurreição do PCPC pelo sindicalista Tovário DeLacque.

São marcadas eleições para a prefeitura da Capital, em 10 de novembro, e para o Senado, em 8 de dezembro. Essas, aliás, seriam as primeiras eleições parlamentares de Porto Claro. “Esse Senado terá a função de constituinte, e elaborará uma nova Carta Magna para o Reino”, anuncia o Governo. O PSN se estrutura para enfrentar a oposição, e lança Felipe Cardoso para prefeito. A oposição lança Barbonelle e Lamarcq Jackson. Dias depois o ex-primeiro-ministro retira sua candidatura e os dois opositores fecham uma coalisão gigantesca entre PSDN/PTN/PSP/PCPC.

Alfonso Damião e o Rei Leonardo se juntam a Telêmaco Aguiar e o “trio PSN” traça suas estratégias, agora dentro do inevitável regime democrático. Porém, tudo é abalado por um fato de importância descomunal.

O 5 de Setembro

Navegando na Internet como um Colombo, o criador de Porto Claro descobre a existência de outros países como o dele, chamados de “micronações”. Esses países existem aos montes e têm histórias idênticas à de Porto Claro, estruturas também muito parecidas e estão dispostas a abrir relações com o Reino. Tudo pára por uns momentos. Boquiabertos, os paples e seu criador assistem à “Mudança total no rumo da História”, que é a descoberta das micronações para Porto Claro, equivalente à descoberta da América para a Europa. A 5 de setembro de 1996, é inaugurado o primeiro site oficial portoclarense.

Dentro do País, a centro-esquerda faz campanha batendo na tecla da podridão que o PSN fez no Governo, da repressão e de seu fascismo velado e ganha as eleições. Um acordo prevê que Lamarcq Jackson e Barbonelle Grazioso se revezarão no cargo de primeiro-ministro. Fora do País, Porto Claro ganha fama como única micronação latino-americana, ganha logo status de potência micronacional e muitos aliados. Aguiar faz os estrangeiros crerem, no entanto, que os paples são pessoas de verdade.

Nem todos, porém, acreditam que os mais de 200 bonecos de papel são gente de carne e osso. Uma pequena confusão com a Talossa, e também a antiga União das Repúblicas Ruritarianas, que em seguida entrou em colapso, é o suficiente para Porto Claro abrir o jogo e revelar, numa mensagem emocionada e lamuriosa a todos os micronacionalistas, que os portoclarenses são na verdade de celulose e tinta, e que só uns dez gatos pingados são cidadãos de verdade que entraram pela Internet (entre eles Eric Praline, Marcelo Brenneck e Harold D. Thomas). Um golpe branco é dado e o Primeiro-Ministro Lamarcq Jackson é substituído por Jean Tisserand, único membro de carne e osso do PSDN. Os paples são abolidos e PC passa a procurar um novo meio de organização interna, um avanço para a sua História e, principalmente, uma desculpa para a transição.

A curto prazo, seria o fim da Segunda Geração.

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.

Também no FANDOM

Wiki aleatória