FANDOM


PortoClaro bandeira 1999

Bandeira de Porto Claro

Porto Claro é um país imaginário criado por Pedro Aguiar em 25 de setembro de 1992 que funcionou como micronação entre 1992 e 2002. É considerada, por isso, a micronação mais antiga da América Latina e a primeira fundada por um brasileiro. Sabe-se hoje que praticamente todas as demais micronações lusófonas são, direta ou indiretamente, derivadas da iniciativa de PC.

Porto Claro (pronúncia) é uma paródia às monarquias de território minúsculo e altíssima renda per capita adaptada ao contexto latino-americano de instabilidade política e miscigenação cultural. A intenção foi criar, por assim dizer, em vez de uma "república das bananas", um "principado das bananas".

Entre 1992 e 1996, o nome oficial do país foi Reino de Porto Claro. Entre 1996 e 2001, passou-se a incluir um artigo e o nome mudou para Reino do Porto Claro. Com a reforma constitucional de 2001, o nome foi mais uma vez alterado para Estado de Porto Claro.

História de Porto Claro

A História de Porto Claro se inicia de fato em 1992, com a criação do país, mas foi elaborada a Saga, uma história fictícia anterior à fundação, porém baseada em farta pesquisa de eventos históricos verdadeiros da região do Amapá e da Guiana Francesa.

Geografia de Porto Claro

PortoClaro mapa satelite

Foto de satélite

O território portoclarense compreende uma faixa de aproximadamente 100km2 e está localizado na América do Sul. Porto Claro é um cabo que fica ao norte do Brasil, entre os rios Approuague e Oiapoque, em território normalmente atribuído à Guiana Francesa. O local é macronacionalmente chamado de Pointe Béhague ou Ponta de Cumarumã. Algumas florestas tropicais cobrem a porção sul do país. É também um recanto paradisíaco. A posse do território é normalmente creditada à Guiana Francesa, mas o governo portoclarense não reconhece essa reivindicação.

A capital do país é São Herculano do Porto Claro.

O território é dividido em cinco distritos: Nouvelle Rouen, Danielle, Comidinne, Cumarumã e o Distrito Nacional, que abriga a capital. Outras vilas importantes são Leópolis, Aguiária, Laurisse, Castelo Grande e Camburaí.

Política de Porto Claro

Porto Claro é uma monarquia parlamentarista pluripartidária, na qual o rei mantém poderes protocolares, pois suas funções são exercidas por um regente eleito pelo povo. O parlamento é composto por um Senado eleito por voto direto e aberto.

Economia de Porto Claro

Cultura de Porto Claro

A população portoclarense foi formada através de colonização francesa, e se misturou aos portugueses e brasileiros no século XIX. Na segunda metade deste século vieram os orientais, principalmente chineses e árabes. A sociedade é muito progressista, apesar de não incorporar hábitos como fumo e drogas. Os homossexuais gozam de plenos direitos, e a maioridade é concedida aos 10 anos (homens e mulheres). As mulheres têm intensa participação na política, apesar de serem minoria entre a população total.

Símbolos de Porto Claro

Porto Claro é uma das raras micronações do mundo que tem símbolos nacionais totalmente originais, com um ícone marcante - a Estrela Portoclarense - criado exclusivamente para ela. As cores nacionais (laranja, preto e branco) também são únicas e sua combinação é singular. Os símbolos nacionais de Porto Claro são, por lei, dignos de respeito e consideração e devem ser usados em cerimônias oficiais e de culto à pátria. Eles têm valor e significado históricos e não devem ser desrespeitados, danificados ou mal-usados.

Mídia de Porto Claro

O principal jornal de PC era o Diário Portoclarense.

Ver também

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.